09 Out 2014
por CI

Bate e voltas incríveis saindo de grandes cidades

Viajar é sempre bom. Mas, às vezes, quando a nossa estadia é prolongada, mudar de ares é uma delícia! Pensando nisso, fizemos esta seleção de destinos que permitem uma visita tipo bate e volta saindo de algumas de algumas das principais cidades do mundo. Porque quando a gente está viajando, conhecer mais, nunca é demais!

Paris – França
Se você já foi à maioria das atrações turísticas da cidade luz, talvez seja o momento ideal de dar uma escapada em grande estilo. A França.

Versalhes

Imagem 1

Versalhes fica a apenas 16 km de Paris. A cidade que se confunde com os subúrbios da capital abriga uma das atrações mais visitadas da França, o Castelo de Versalhes. Símbolo máximo do poder do absolutismo francês, a arquitetura de seu palácio e seus jardins foram copiadas em edificações com o mesmo propósito em todo mundo.

» LEIA O RESTO DO POST

Compartilhe
Deixe seu comentário!
15 Jan 2014
por CI

Amazing idioms: 10 expressões inglesas mais faladas no mundo!

IMAGEM_1

Ao aprender uma língua nova, você já reparou como precisa ficar atento a pequenos detalhes? As expressões idiomáticas, por exemplo, chamados idioms na língua inglesa, podem não fazer muito sentido quando traduzidas literalmente, mas fazem todo o sentido e são bastante usadas na cultura local.

Para te ajudar em sua próxima viagem aos Estados Unidos ou aos países do Reino Unido, separamos 10 expressões que, uma hora ou outra, você vai ler em algum lugar ou ouvir alguém dizendo.   » LEIA O RESTO DO POST

Compartilhe
Deixe seu comentário!
13 Ago 2013
por CI

Mergulhe na Londres super fashion dos anos 80

Imagem 1

Nem é preciso se esforçar pra lembrar como Londres é multifacetada, fervida, notívaga e repleta de tribos vivendo o mesmo espaço. Terra da moda e da liberdade de expressão, a capital da Inglaterra já transbordava seu lado fashionista na década de 1980, quando viu surgir a London Fashion Week, exportou desfiles para Japão e Nova York, e sediou uma nova cena vibrante plugada na noite alternativa da cidade. Quando o visual das casas noturnas tomou as passarelas de Londres. » LEIA O RESTO DO POST

Compartilhe
Deixe seu comentário!
19 Fev 2013
por CI

Locais para Observar o Céu

Quem mora em grandes cidades sabe bem: é muito difícil conseguir aproveitar a beleza do céu e encontrar um bom lugar para observar o movimento das estrelas.

Mas não é um prazer impossível: é só sair um pouco das grandes metrópoles para entender porque existem tantos astrônomos amadores e apaixonados por estrelas ao redor do mundo.

No aniversário de Copérnico, o astrônomo responsável por sabermos hoje que o Sol é o centro do Sistema Solar, reunimos os melhores lugares do mundo para observar o céu.

Deserto do Atacama (Chile) – Vale a pena planejar uma viagem até o Deserto do Atacama, uma das regiões mais áridas do planeta, para ver a Via Láctea passando pelo céu. O local reúne quatro telescópios do Observatório Europeu do Sul, e é um dos melhores lugares para ter uma vista paradisíaca das estrelas. Aproveite também para dar uma olhada em escolas nas regiões próximas caso você decide ficar por lá para um Mochilão inesquecível!

Vulcão Mauna Kea (Havaí) – Até tem quem muito medo de altura vai topar uma visita ao vulcão extinto Mauna Kea, o ponto mais elevado do arquipélago e perfeito para observar as estrelas. Existe uma trilha segura para chegar ao topo, que leva a vários observatórios internacionais para observar o céu.

Grand Canyon (EUA) – Considerado um dos lugares mais bonitos do mundo, o Grand Canyon é parada obrigatória para todos os apaixonados por paisagens incríveis ao redor do mundo. O local, que já entrou para o imaginário popular dos EUA, tem vários pontos de observação para os amantes das estrelas. Quer estudar nos EUA e conhecer essa e outras maravilhas naturais? Dá uma olhada nos nossos pacotes em Las Vegas, Los Angeles e Honolulu!

Vale da Morte (EUA) – Um dos lugares mais quentes do mundo, o Vale da Morte fica a 86 metros abaixo do nível do mar e um dos lugares favoritos dos astrônomos para observar o céu. Durante a noite, devido à ausência de poluição, é possível ver a Via Láctea a olho nu. Quer estudar nos EUA e conhecer essa e outras maravilhas naturais? Dá uma olhada nos nossos pacotes em Las Vegas, Los Angeles e Honolulu, e aproveite também para alugar um carro e conhecer todos os destinos paradisíacos do país.

Pisac (próximo a Cusco, Peru) – A vila de Pisca, que fica a cerca de 33 km de Cusco, é um dos locais arqueológicos mais importantes do mundo. Localizada no Vale Sagrado dos Incas, a vila também reúne um observatório astronômico famoso, que proporciona aos visitantes visões incríveis do céu do Peru. Confira também o nosso pacote especial para o Peru e um programa de trabalho voluntário no país.

Sossusvlei Desert Lodge (Namíbia) – Localizado no deserto da Namíbia, o local é um ponto turístico famoso e um dos favoritos dos amantes das estrelas. As dunas altas e de areia vermelha do local oferecem vários pontos de observação. Confira agora o nosso programa voluntário na Namíbia.

 Scottish Highlands (Escócia) – O local é um dos mais famosos do turismo escocês, e suas montanhas abrigam vários observatórios. Quer aproveitar a ideia e dar uma olhada nos nossos pacotes de Mochilão?

 Stonehenge (Reino Unido) – Você com certeza já ouviu falar do Stonehenge, um alinhamento de círculos de pedra que surgiu na Idade do Bronze e é relacionado a rituais místicos e religiosos no Reino Unido. O local é um dos Patrimônios Mundiais da UNESCO e um ponto perfeito para observação de estrelas. Quer aproveitar a ideia e dar uma olhada nos nossos pacotes de Mochilão?

 

Compartilhe
Deixe seu comentário!
14 Ago 2012
por CI

Sul de Londres, onde o tempo começa

Hoje, vamos falar sobre a região sul de Londres, que fica imediatamente abaixo da linha traçada pelo Tâmisa. Essa área se desenvolveu mais lentamente que o norte da capital devido a condições históricas adversas. Mas, a partir de 1917, foram instalados centros de arte e entretenimento que revitalizaram a região e a transformaram num importante polo turístico, que inclui desde o Design Museum até a London Eye, a famosa roda-gigante à beira do rio.

Se você está do lado norte do Tâmisa, é possível passar para o lado sul por meio de uma porção de pontes, incluindo as recentes pontes de pedestres Golden Jubilee e a Millennium (que você vê na imagem abaixo). Depois de feita a travessia, é hora de escolher a atração que vai visitar. Destacam-se os distritos de Southwark e Lambeth, do qual falaremos mais adiante, mas o grande astro é o distrito de Greenwich, célebre por conter o meridiano zero, onde começam os fusos horários que dividem o mundo inteiro em 24 horas.

As horas

É também na região sul de Londres que fica a maior parte do sistema ferroviário de superfície da cidade e onde estão localizadas todas as linhas de bonde. Greenwich, a apenas 20 minutos da região central da cidade, é famosa no mundo inteiro por conter o meridiano que leva seu nome, o Meridiano de Greenwich, e pelo não menos famoso Observatório de Greenwich. Em 2012, aliás, o distrito foi listado como um dos dez principais destinos do guia Frommer’s, um dos mais conceituados do mundo. É o único destino do Reino Unido que aparece nessa lista.

E não termina por aí. Foi um dos seis distritos londrinos a sediar competições nessas Olimpíadas que acabam de terminar. Lá, se enfrentaram os atletas de tiro, hipismo, ginástica olímpica e basquete. Em fevereiro deste ano, tornou-se distrito real, em parte por sua ligação histórica com a família real, em parte graças ao fato de hospedar o meridiano zero e ser considerado, por isso, Patrimônio da Humanidade pela UNESCO.

Quer dicas de passeio por Greenwich? Que tal incluir no seu roteiro visitas ao National Maritime Museum, ao Royal Observatory e ao Old Royal Naval College? Depois, uma caminhada pelas margens do Tâmisa antes de parar para almoçar num dos muitos restaurantes da região. As compras em Greenwich também são uma ótima pedida, com muitos mercados de rua e opções de lojas.

Lambeth e Southwark

As margens ao sul do Tâmisa são ricas em opções artísticas e de entretenimento. É nessa faixa que estão o Royal Festival Hall, o Queen Elizabeth Hall, The Hayward, o Royal National Theatre e o BFI Southbank. O antigo County Hall, que era sede do governo de Londres, hoje foi convertido no Aquário de Vida Marinha de Londres.

Ainda por perto você poderá visitar o London Film Museum e a London Eye. Outras instituições culturais também ficam nessa faixa ao sul do Tâmisa, como The Old Vic Theatre, que está sob a direção artística do ator Kevin Spacey desde 2003, e o Young Vic, especializado em dar oportunidade a jovens atores e diretores. Quer tentar a sorte, passa lá! ;)

As opções de passeios e visitas são quase intermináveis, pois ainda falta mencionar o IWM London (Museu Imperial da Guerra), com suas exposições que vão da primeira guerra mundial até o presente. Também digno de nota e da sua visita é o Florence Nightingale Museum, perto do imponente St Thomas’ Hospital.

Finalmente, não deixe de conhecer o grande centro cultural e gastronômico South Bank Centre, também conhecido como under-croft, ou adega subterrânea, que, desde o início dos anos 1970, é usado como ponto de reunião de skatistas. A vista do rio é linda, e as opções de diversão por ali mesmo são incontáveis, incluindo atrações musicais, teatrais e poéticas gratuitas.

Compartilhe
Deixe seu comentário!